Autenticação

Utilizador
Palavra-chave
 
 





















Área do utilizador
Página Principal  COVID-19

COVID-19

 

MCTES - Recomendação às instituições científicas e de ensino superior para a manutenção das atividades académicas e científicas face ao agravamento da situação epidemiológica, de 2 de novembro

 

Orientações para as atividades letivas e não letivas para o ano letivo 2020-2021, de 25 de setembro

 

Plano de Contingência do IPV

 

Despacho nº 55/2020, de 3 de setembro - ano letivo 2020/2021

 

DGES e DGS - Orientações para atividades letivas e não letivas nas Instituições Científicas e de Ensino Superior - ano letivo 2020/2021

 

MCTES - Recomendação às Instituições Científicas e de Ensino Superior para a preparação do ano letivo 2020/2021, de 4 de agosto

 

Medidas para a realização de provas de avaliação em exame final e provas finais de avaliação contínua - contexto de pandemia de COVID 19 -

 

Orientações para a realização de Provas Públicas de Defesa de Projeto/Estágio/Formação em Contexto de Trabalho através de videoconferência

 

Orientações para a realização de Provas Públicas de Dissertação/Projeto/Estágio através de videoconferência

 

 

PLANO DE CONTINGÊNCIA

 

No contexto da epidemia causada pelo novo coronavírus COVID-19, a ESTGV em colaboração com o IPV, ativou um Plano de Contingência.

 

Tendo como referência as diretivas do Serviço Nacional de Saúde para infeção humana pelo coronavírus, o Plano de Contingência define o nível de resposta e de ação da Escola para minimizar os riscos de transmissão daquele agente patogénico e aplicar-se-á a todos os membros da comunidade académica e àqueles que, por motivos profissionais ou outros, se desloquem às instalações.

 

Toda a comunidade académica deve dar especial atenção às recomendações da Direção Geral de Saúde (DGS) relativas a medidas de higiene e ao modo de proceder no caso de aparecimento de sintomas que configurem um caso suspeito: https://covid19.min-saude.pt

 

O QUE É UM CASO SUSPEITO

A classificação de um caso como suspeito de doença por COVID-19 deve obedecer a critérios clínicos e epidemiológicos. A definição seguinte é baseada na informação atualmente disponível no Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doença (ECDC):
 

As pessoas que desenvolvam quadro respiratório agudo com tosse (de novo ou agravamento da tosse habitual), ou febre (temperatura >= 38.0ºC). ou dispneia/dificuldade respiratória, são consideradas suspeitas de COVID-19 (Norma da DGS n.º 4/2020 atualizada a 31/08/2020).


Critérios clínicos:

- Febre ou tosse ou dificuldade em respirar.
 

Critérios epidemiológicos:

- História de viagem para áreas com transmissão comunitária ativa nos 14 dias antes do início dos sintomas;

ou

- Contato com um caso confirmado ou provável de infeção por COVID-19, nos de 14 dias antes do início dos sintomas;

ou

- Profissional de saúde ou pessoa que tenha estado numa instituição de saúde onde são tratados doentes com COVID-19.

 

COMO ATUAR PERANTE UM CASO SUSPEITO – PROCEDIMENTOS, NO CASO DE SE ENCONTRAR NA ESTGV:

- Qualquer estudante ou colaborador com critérios compatíveis com a definição de caso suspeito de doença por COVID-19, ou alguém que identifique um estudante ou colaborador nestas circunstâncias deverá informar imediatamente o Ponto Focal designado na escola  (Presidente e/ou Vice-Presidentes da ESTGV) através dos números (internos: 42020; 42021; 42022; externos: 232 480 500; 232 480 620; 232 480 610; 232 480 618) que o ajudará a dirigir-se para a área de isolamento definida para aquele efeito;

- Deverá ser prestada ao estudante ou colaborador doente toda a assistência necessária, incluindo se existirem dificuldades de locomoção;

- Deve assegurar-se a distância de segurança (superior a 2 metros) do doente;

- Deve colocar-se uma máscara cirúrgica e colocar luvas descartáveis;

- No interior da área de isolamento deve contactar a Linha SNS 24 (808 24 24 24) e seguir as indicações;

- Na situação de caso suspeito validado, o estudante ou colaborador doente deverá permanecer na área de isolamento (com máscara cirúrgica, desde que a sua condição clínica o permita), até à chegada da equipa do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), ativada pela DGS, que assegura o transporte para o hospital de referência ou indica como deve ser feita a deslocação e para onde.

 

Se os sinais e sintomas se manifestarem em casa ou em outro local, ligue para o SNS24 (808 24 24 24) e siga as orientações fornecidas.

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença:

- Adotar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o cotovelo, nunca com as mãos; deitar sempre o lenço de papel no lixo);

- Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes;

- Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória.

 

Perguntas frequentes do site da DGS

Vídeos informatívos do site da DGS

App STAYAWAY COVID

Oferta Formativa

Candidaturas

Matrículas CNA

Inscrições Letivas

Departamentos/Área

Serviços Académicos

Serviços Informática

Biblioteca

Redes Sociais Facebook e Google+

ESTGV no Facebook


ESTGVno Google+
Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu
Campus Politécnico
3504-510 Viseu

Telefone: +351 232480500
Fax: +351 232424651
E-mail: estgv@estgv.ipv.pt

Ver mapa maior