Autenticação

Utilizador
Palavra-chave
 
 





















Área do utilizador

Agenda

« Maio 2021 »
D S T Q Q S S
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31

Portal Académico

Moodle@ESTGV

Avaliação e Qualidade

IPV

Provedor do Estudante

Publicitação Institucional

Ficha da Unidade Curricular

Informações Gerais

 
Ano Letivo 201516
Unidade Curricular Durabilidade e Reabilitação de Estruturas de Alvenaria e Madeira
Código1218
Departamento/área responsávelDepartamento de Engenharia Civil
Área cientificaEngenharia Civil
ECTS5
Ano curricular1
Semestre curricular2º Semestre
Regime de frequênciaObrigatório
Docentes José Avelino Loureiro Moreira Padrão
Frequência como disciplina isolada?Sim
Horas de contacto
T TP PL TC S E OT O
19,5 39 - - - - - -
T - Teórico;  TP - Teórico-Prático;  PL - Prática e Laboratorial;  TC - Trabalho de Campo;  S - Seminário;  E - Estágio;  OT - Orientação Tutória;  O - Outras;  
Tempo total de trabalho (horas)
132,5

Objetivos / Competências

A aprovação na unidade curricular pressupõe o alcance dos seguintes objetivos:
1. Conhecer das propriedades dos materiais (elementos constituintes de estruturas de alvenaria e madeira) e patologias mais frequentes.
2. Conhecer os aspectos mais relevantes sobre a durabilidade das estruturas e seu comportamento, nomeadamente, no que concerne à identificação das principais patologias e danos, causas associadas.
3. Conhecer as diversas fases que compõem, normalmente, uma intervenção de reforço/reparação de uma estrutura e seu enquadramento normativo.
4. Ser capaz de elaborar inspecções e diagnóstico de estruturas de alvenaria e de madeira.
5. Conhecer as principais técnicas e ensaios utilizados nesse diagnóstico.
6. Conhecer as técnicas de reparação e reforço de elementos estruturais.
7. Avaliar a segurança de uma estrutura existente.
8. Analisar e dimensionar soluções de reforço e reparação.de estruturas existentes de alvenaria e de madeira

Conteúdos programáticos resumidos

1. Materiais e processos construtivos
Estruturas de alvenaria e de madeira. Propriedades dos materiais.
2.Patologia estrutural
Principais causas dos danos detectados em estruturas de alvenaria e de madeira.
3. Reabilitação/Reparação/Reforço
Conceitos. Descrição das principais fases de intervenção. Fase de Diagnóstico. Fase Deliberativa. Fase de Dimensionamento. Fase de Execução.
4. Avaliação do estado das estruturas – Inspecção
As principais fases da inspecção. Intervenção vs Finalidade. Elaboração de um plano de inspecção.
5. Avaliação do estado das estruturas – Diagnóstico
Técnicas de ensaio em estruturas de alvenaria e de madeira. Ensaios laboratoriais. Inspecção visual. Ensaios não e semi-destrutivos. Ensaios destrutivos. Planeamento de ensaios.
6. Técnicas de reparação e reforço de elementos estruturais
Técnicas passivas. Técnicas activas. Materiais para a reabilitação estrutural de construções antigas.
7. A Avaliação do estado das estruturas – Segurança

Metodologias de ensino e critérios de avaliação

Estratégias pedagógicas adotadas na unidade curricular: método expositivo nas aulas teóricas com utilização do quadro, retroprojetor e videoprojector; resolução de exercícios de carácter prático nas aulas teórico-práticas; intervenção permanente dos participantes; apoio aos alunos, nomeadamente no horário tutorial; utilização da plataforma moodle para a disponibilização do material de apoio e para a divulgação das atividades relacionadas com a unidade curricular. Em complemento com as aulas, as horas de trabalho autónomo são orientadas para a realização de um trabalho prático. A classificação final, é obtida de acordo com os seguintes critérios: a classificação do trabalho prático é convertida para uma escala de 0 a 8 valores; a classificação obtida na prova de exame final é convertida para uma escala de 0 a 12 valores; a classificação final corresponde à soma das classificações dos dois pontos anteriores. O exame de carácter individual sendo permitida consulta bibliográfica.

Bibliografia resumida

Eurocódigo 5 - Projecto de estruturas de madeira
Eurocódigo 6 - Projecto de estruturas de alvenaria
Eurocódigo 8 - Projecto de estruturas para resistência aos sismos - Parte 3: Avaliação e reforço de Edifícios Existentes”, CEN, 2005.
Padrão, J.A.L.M., (2004), “Técnicas de Inspecção e Diagnóstico em Estruturas”, Tese de Mestrado, FEUP, 2004, , 514 pp.
Cóias, V. – Inspecções e Ensaios na Reabilitação de Edifícios. IST PRESS.2006, [692 COI]
Tomasevic, M., “Earthquake-resistant design of masonry buiding”, Imperial College Press, 1999, [69 ERT].
Alvarez, R. A., Martitegui, F. A., Estructuras de Madera – Diseño y Calculo, AITIM, 1996, [674 ARG].
Arriaga, F.; Pezaza, F; Esteban, M.; Bobadilla, I; Garcia, F. – Intervención en estructuras de madera. AITIM, Madrid, 2002, ISBN 84-87381-24-3, 476 p., [624-04 INT]
Carvalho, A. – Madeiras Portuguesas. Vol. 1, Instituto Florestal, 1997, ISBN 972-8097-26-3, 415 p, [674 CAR].

Oferta Formativa

Candidaturas

Matrículas CNA

Inscrições Letivas

Departamentos/Área

Serviços Académicos

Serviços Informática

Biblioteca

Redes Sociais Facebook e Google+

ESTGV no Facebook


ESTGVno Google+
Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu
Campus Politécnico
3504-510 Viseu

Telefone: +351 232480500
Fax: +351 232424651
E-mail: estgv@estgv.ipv.pt

Ver mapa maior